29 de novembro de 2020

ENVOLVIMENTO DE CLIENTES COM DIFERENTES FORMAS DE VIOLÊNCIA EM UM SERVIÇO DE TELEATENDIMENTO PARA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

23 de outubro de 20121min

Cássio Andrade Machado, Tais Moreira, Maristela Ferigolo, Margareth Oliveira, Helena Maria Tannhauser Barros O uso de drogas e os atos de violência encontram-se relacionados frequentemente na literatura. O objetivo do estudo foi analisar as diferentes naturezas da violência descritas nos protocolos de atendimento do serviço de teleatendimento para usuários de Drogas (VIVAVOZ). Foram analisados todos os protocolos, provenientes dos atendimentos entre os anos de 2005 e 2010. Os dados levantados foram resgatados e posteriormente montado um banco de dados para análise no programa SPSS 19.0. Para análise univariada as variáveis foram descritas por números absolutos. Quanto aos relatos de violência, 44,8% deles foram descritos pelas próprias vítimas e 51,7% foram relatos de violência verbal. Frente aos protocolos analisados verificou-se uma necessidade de maior padronização ao que se refere a produção de conhecimentos sólidos acerca da relação violência e uso de substâncias.

acesse na íntegra


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter