28 de fevereiro de 2024

Descriminalizar maconha pode aumentar dependência e ter efeitos nocivos, diz psiquiatra

18 de setembro de 20231min182
169446210964ff709d1185b_1694462109_3x2_lg

A psiquiatra americana Anna Lembke, professora da Escola de Medicina da Universidade Stanford, foi entrevistada pelo Jornal Folha de São Paulo.

A psiquiatra argumenta que a descriminalização da maconha pode aumentar o acesso à droga, o que por sua vez levaria a danos crescentes. Caso a maconha seja descriminalizada, veremos uma mudança na mensagem em torno do assunto, será promovida a ideia de que a cannabis é segura. Isso deve aumentar o consumo e gerar efeitos nocivos cada vez maiores, sobretudo porque as pessoas fumam formas potentes de cannabis, com um teor alto de THC.

A cannabis eleva o risco de psicose e de desenvolver uma perturbação psicótica permanente, como a esquizofrenia. Portanto, a percepção de que não causa dependência, ou que não é prejudicial, não é verdadeira.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2023/09/descriminalizar-maconha-pode-aumentar-dependencia-e-ter-efeitos-nocivos-diz-psiquiatra.shtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content