29 de setembro de 2020

A SAÚDE DE MULHERES E O FENÔMENO DAS DROGAS EM REVISTAS BRASILEIRAS

18 de abril de 20141min

Márcia Rebeca Rocha de Souza, Jeane Freitas de Oliveira, Enilda Rosendo do Nascimento

A produção, o comércio e o consumo de drogas constituem um problema social e de saúde de ordem mundial que afeta de formas distintas todas as sociedades e envolvem pessoas de todas as raças, sexos, religiões, classes sociais e escolaridades. Entende-se por repercussões sociais e de saúde, os reflexos econômicos, políticos e ideológicos do envolvimento das mulheres com as drogas, bem como as tendências de vulnerabilidades a doenças e agravos para elas, frente a esta problemática. Tais questões ainda são pouco discutidas na literatura brasileira, mas são divulgadas frequentemente nos meios de comunicação de massa.

ACESSE: http://www.scielo.br/pdf/tce/v23n1/pt_0104-0707-tce-23-01-00092.pdf


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter