1 de outubro de 2020

Tentativa de suicídio entre pacientes com uso nocivo de bebidas alcoólicas internados em hospital geral

18 de dezembro de 20102min

Daniela Dantas Lima, Renata Cruz Soares de Azevedo, Karla Cristina Gaspar, Viviane Franco da Silva, Marisa Lúcia Fabrício Mauro, Neury José Botega

J Bras Psiquiatr. 2010;59(3):167-172.

Suicídio e uso nocivo de álcool encontram-se associados, como demonstram estudos retrospectivos e prospectivos de coorte e pós-morte reunidos em uma revisão. Indivíduos que abusam ou dependem do álcool têm ideação suicida mais frequentemente e risco mais elevado de tentativas de suicídio, assim como para a consumação do ato em si. O uso nocivo de álcool e a dependência alcoólica associam-se frequentemente a outras doenças psiquiátricas.

Estudo populacional realizado nos Estados Unidos utilizando uma amostra de 20 mil indivíduos em cinco cidades aponta que, dentre as pessoas com um diagnóstico de transtorno psiquiátrico, um terço tem um segundo transtorno, enquanto, entre os dependentes de álcool, a proporção de comorbidade psiquiátrica atinge 47%. O alcoolismo encontra-se fortemente associado a um histórico de tentativas de suicídio e ambos, a suicídio consumado.

[+] Artigo completo

http://www.scielo.br/pdf/jbpsiq/v59n3/a01v59n3.pdf


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter