Consumo abusivo de álcool e envolvimento em acidentes de trânsito na população brasileira, 2013

8 de dezembro de 20165min

Ciência & Saúde Coletiva

On-line version ISSN 1678-4561Print version ISSN 1413-8123

Ciênc. saúde coletiva vol.21 n.12 Rio de Janeiro  2016

http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320152112.25692015

Giseli Nogueira Damacena1  , Deborah Carvalho Malta2  , Cristiano Siqueira Boccolini1  , Paulo Roberto Borges de Souza Júnior1  , Wanessa da Silva de Almeida1  , Lucas Sisinno Ribeiro1  , Célia Landmann Szwarcwald1 

1Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz. Av. Brasil 4.365/225, Manguinhos. 21040-360 Rio de Janeiro RJ Brasil.

2Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte MG Brasil.

 

O objetivo deste artigo é analisar o consumo abusivo e frequente de álcool segundo características sociodemográficas e investigar o risco de maior envolvimento em acidentes de trânsito, utilizando dados da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013, Brasil. Eventos investigados: consumo abusivo e frequente de álcool (ingestão semanal igual ou superior de 8 doses para mulheres e 15 para homens por semana) e envolvimento em acidente de trânsito com lesões corporais nos últimos 12 meses. Os dois eventos foram investigados segundo características sociodemográficas e a associação entre eles verificada por meio de regressão logística multivariada. A prevalência do consumo abusivo e frequente de álcool foi 6,1% para a população de 18 anos ou mais, sendo 8,9% entre os homens e 3,6% entre as mulheres. A prevalência de envolvimento em acidente de trânsito foi 3,1% na população geral e 6,1% entre os que referiram consumo abusivo e frequente de álcool. Após o controle por fatores sociodemográficos o consumo abusivo e frequente de álcool manteve associação estatisticamente significativa com o acidente de trânsito. Com o maior risco de envolvimento em acidentes de trânsito dentre os indivíduos que referiram consumo abusivo e frequente de álcool, monitorar a alcoolemia dos motoristas passa a ser uma possibilidade estratégica de intervenção.

Palavras-chave Inquérito de saúde; Bebidas alcoólicas; Acidentes de trânsito; Brasil

 

acesse: http://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S1413-81232016001203777&script=sci_arttext


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter