Tratamento para o alcoolismo no HUB de Cuidados em Crack e outras Drogas

5 de julho de 20233min104
SITE UNIAD

Segundo informações do Portal do Governo do Estado de São Paulo, 77% dos pacientes que estiveram no HUB de Cuidados em Crack e outras Drogas, entre os dias 06 de abril e 17 de junho, são usuários de álcool.

O álcool é uma droga legal de baixo custo e fácil acesso que está associada a momentos de relaxamento, ao alívio de tensões e a encontros com amigos e familiares, mas infelizmente, o indivíduo perde a capacidade de perceber e definir o momento de interromper o consumo e não consegue mais escolher quanto e quando beber, passando do beber de risco para a dependência.

O desejo de beber torna-se irresistível, o número de doses consumidas foge ao controle e a ingestão do álcool induz a tolerância (necessidade de quantidades progressivamente maiores da substância para produzir o mesmo efeito desejado).

O mecanismo da dependência se estabelece, biologicamente, porque as bebidas alcoólicas, como qualquer outra droga, lícita ou ilícita, têm uma ação imensa sobre o núcleo de prazer do cérebro, o chamado sistema de recompensa.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o consumo de álcool está associado ao risco de desenvolvimento de problemas de saúde, tais como distúrbios mentais e comportamentais, incluindo dependência ao álcool, doenças não transmissíveis graves, como cirrose hepática, alguns tipos de câncer e doenças cardiovasculares, bem como lesões resultantes de violência e acidentes de trânsito.

No HUB, o primeiro passo do tratamento para o alcoolismo é a desintoxicação, o dependente interrompe o hábito de beber de uma vez, para que seu organismo passe por uma espécie de limpeza, em seguida será tratada a síndrome de abstinência severa e complicações físicas ou psiquiátricas.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content