Intervenção Breve em Familiares de Dependentes Químicos -Resultados de um estudo de seguimento de 30 meses

3 de janeiro de 20142min

Acesse: Intervenção Breve em Familiares de Dependentes Químicos – Resultados de um estudo de seguimento de 30 meses

Intervenção Breve em Familiares de Dependentes Químicos -Resultados de um estudo de seguimento de 30 meses

Figlie, NB; Payá, R; Krulikowski, PFP;Laranjeira, RR

A inclusão da família no tratamento de dependentes químicos tem sido consideravelmente estudada, no entanto não existe um consenso sobre o tipo de tratamento a ser utilizado, dentre os vários propostos. O objetivo deste estudo foi verificar o desfecho de uma intervenção breve, baseada na abordagem cognitiva-comportamental, após 30 meses. Trata-se de um estudo de seguimento desenvolvido em um programa de tratamento ambulatorial do serviço público federal universitário, onde foram estudadas 94 famílias que participaram de um programa de orientação familiar, no período de 1996 a 1998. Foi utilizada uma entrevista semi-estruturada, realizada por telefone, que englobava dados demográficos; Client Satisfaction Questionnaire (CSQ-8); questões sobre procura para tratamento por parte do dependente antes e depois da participação no serviço; utilização de substâncias psicotrópicas na atualidade e modificações ocorridas com os familiares e dependentes após a participação no tratamento.
De modo geral, o desfecho foi considerado positivo tanto do ponto de vista do familiar em termos de satisfação para com o serviço recebido, quanto da percepção de melhora no relacionamento com o dependente.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com