Capítulo 64 Álcool e Drogas: Intoxicações e Abstinências

11 de dezembro de 20132min

Acesse: Cap 64 Alcool e Drogas Intoxicacoes e Abstinencias.pdf

Capítulo 64 Álcool e Drogas: Intoxicações e Abstinências

Autores: Profa Dra Lilian Ribeiro Caldas Ratto
Prof Dr Ronaldo Laranjeira

O consumo disseminado de substâncias psicoativas, como álcool, tabaco, maconha e cocaína, vem recebendo cada vez mais atenção da comunidade, uma vez que as complicações clínicas e sociais decorrentes do uso de tais substâncias são conhecidas e consideradas problema de saúde pública. Qualquer padrão de consumo dessas substâncias poderá trazer problemas para o indivíduo (1), com riscos variados, desde imediatos (acidentes, traumas, violência, vitimização, faltas ao trabalho e escola, entre outros) até crônicos (doenças, problemas familiares, perda de emprego, crises de abstinência). Todas as áreas da vida do indivíduo podem ser afetadas: problemas sociais (faltas no emprego, falta de moradia), físicos (acidentes, doenças) e psicológicos (depressão, ansiedade).
Esse capítulo procura abordar, objetivamente, duas questões clínicas relevantes para a Urgência e Emergência Médicas, que são as Intoxicações Agudas e as Síndromes da Abstinência ao álcool e as drogas psicoativas de maior prevalência e importância clínicas em nossa comunidade. O texto foi baseado no consenso “Usuários de substâncias psicoativa: abordagem, diagnóstico e tratamento”, publicação do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Diretrizes elaboradas em conjunto com a Associação Médica Brasileira)


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter