Treinamento sobre Drogas ‘K’ com Dr. Quirino Cordeiro e Dra. Clarice Madruga para equipe do HUB e URH

5 de junho de 20242min87
Dr. Quirino Cordeiro e Dra. Clarice Madruga

No dia 03 de junho, a equipe do HUB de Cuidados em Crack e outras Drogas e da Unidade Recomeço Helvetia (URH) participaram de um treinamento sobre os efeitos e prejuízos dos canabinoides sintéticos, também conhecidos como drogas “K”, ministrado pelo Dr. Quirino Cordeiro, diretor do HUB, e pela psicóloga Dra. Clarice Madruga.

O tema da palestra foi “Drogas K: Desafios no cuidado com o dependente químico”. Os canabinoides sintéticos, alvo principal da discussão, são elaborados para imitar os efeitos do THC, componente psicoativo da maconha, porém com potência e efeitos imprevisíveis, representando um desafio importante para profissionais de saúde e para o cuidado com os dependentes químicos.

O Dr. Quirino apresentou dados do HUB que revelam a prevalência do uso de canabinoides sintéticos entre os atendidos, representando 38% dos casos. Ele abordou o manejo clínico e o tratamento desses pacientes, alertando que não há medicação disponível para reduzir a fissura causada por essas substâncias.

A Dra. Clarice explicou que a rápida evolução das formulações químicas dificulta o monitoramento dos canabinoides sintéticos. A facilidade de manipular essas fórmulas em laboratórios permite que pequenas modificações criem novas substâncias, resultando em entorpecentes com efeitos graves e desconhecidos, causando, por exemplo, o efeito chamado “zumbi”.

Ao entender melhor os efeitos e os perigos associados a essas substâncias, os colaboradores podem aprimorar suas habilidades de identificação, intervenção e tratamento, garantindo uma abordagem mais eficaz e segura para os pacientes.

Gostaríamos de expressar nosso profundo agradecimento ao Dr. Quirino e à Dra. Clarice pela valiosa e informativa palestra!


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content