Estudo brasileiro explica como alcoolismo pode levar à disfunção erétil

7 de maio de 20211min66
pexels-ketut-subiyanto-5055809

Entre os prejuízos causados pelo consumo excessivo de álcool, pode estar o aumento de risco para surgimento de disfunção erétil. Carlos Renato Tirapelli, professor da EERP-USP e um dos autores da pesquisa publicada no European Journal os Pharmacology, explica que a principal estrutura responsável pelo processo é o corpo cavernoso, músculo irrigado por pequenos vasos sanguíneos. Quando contraídos, o pênis fica no estado flácido; quando se dilatam, há maior circulação de sangue, levando à ereção.

Veja mais em https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Saude/noticia/2021/05/estudo-brasileiro-explica-como-alcoolismo-pode-levar-disfuncao-eretil.html


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter