25 de setembro de 2020

Pesquisadora dos EUA culpa indústria e médicos por crise de opioides

17 de fevereiro de 20181min

Ela diz, porém, que há novas opções para combater overdoses

Phillippe Watanabe
 
A indústria farmacêutica e os médicos foram mais uma vez responsabilizados pela crise dos opioides nos EUA. Dessa vez, a bronca foi dada por Nora Volkow, dos NIH (Institutos Nacionais de de Saúde dos EUA). Há, contudo, alguns caminhos para resolver o problema, avalia a pesquisadora.

Segundo Volkow, diretora do Nida, braço dos NIH que trata do abuso de drogas, a indústria não investe o suficiente em novas drogas para combater a dor.

Ela diz que há mais interesse em novidades para o câncer e o diabetes, por exemplo.

Veja mais em: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2018/02/pesquisadora-dos-eua-culpa-industria-e-medicos-por-crise-de-opioides.shtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter