Bebê de 10 meses é internado após engolir cigarro de maconha em MG

16 de janeiro de 20232min486
not1601

Na noite de quinta-feira (12), um bebê de 10 meses deu entrada em uma unidade hospitalar de Juiz de Fora após engolir um pedaço de cigarro de maconha.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a mãe, de 23 anos, disse que a criança engoliu a substância depois de um momento de descuido. Ainda conforme a jovem, o cigarro que estava guardado na cabeceira da cama.A criança passou por uma lavagem no estômago. A PM acionou o Conselho Tutelar para demais providências e a mulher levada para a delegacia.O bebê deu entrada no Pronto Atendimento Infantil com queda de saturação e precisando de hidratação venosa, além de administração de oxigênio. Em comunicado, a prefeitura de Juiz de Fora disse que a criança continuava internado em observação na tarde desta sexta-feira (13), mas não precisou passar por lavagem estomacal.“A equipe de atendimento do PAI realizou exames laboratoriais, a hidratação venosa e administração de oxigênio. Conforme orientação do centro de intoxicação, a criança não precisou passar por lavagem estomacal e segue internada e monitorada pela equipe”, disse a Prefeitura.

Fonte: Gazeta Brasil


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content