Consumo de álcool na Rússia cai 43% entre 2003 e 2016

3 de outubro de 20191min

Queda na ingestão de bebidas ajudou a reduzir a mortalidade

A Rússia continua sendo uma nação de bebedores, mas seu consumo de álcool caiu 43% entre 2003 e 2016 —o que foi um fator-chave para o rápido aumento da expectativa de vida no país, informou um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado ontem.

Os russos ingerem o equivalente a 11 a 12 litros de álcool puro por ano, em um dos níveis de consumo mais altos do mundo. A diminuição desde 2003, no entanto, contribuiu para reduzir substancialmente a mortalidade, de acordo com a OMS.

Veja mais em: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2019/10/consumo-de-alcool-na-russia-cai-43-entre-2003-e-2016.shtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com