26 de fevereiro de 2024

Eliana Santos, Supervisora da SPDM no HUB, compartilha sua experiência no Livro ‘Retratos do Cuidar’

28 de novembro de 20233min86
2011

“Quando atendo uma mulher em estado de vulnerabilidade, nós somos iguais, a diferença é que ela está usando crack e eu não. Muitas dores que ela passou, eu também passei” (Trecho do livro Retratos do Cuidar – Eliana Santos)

Que orgulho podermos elogiar a dedicação e resiliência da supervisora de enfermagem Eliana Santos, do HUB de Cuidados em Crack e outras Drogas, que foi selecionada para participar do livro “Retratos do Cuidar”.

O livro destaca as histórias inspiradoras de 20 profissionais da enfermagem, que atuam em diversas regiões do país, demonstrando coragem, compaixão e dedicação à profissão. No capítulo, intitulado “A lição vem da rua”, Eliana compartilha um pouco de sua jornada, iniciando como empregada doméstica, ela trilhou um caminho notável e agora desempenha o papel de supervisora no HUB, ao mesmo tempo em que é mestranda na Universidade de São Paulo (USP).

Acompanhe um trecho do livro:

“Quando atendo uma mulher em estado de vulnerabilidade, nós somos iguais, a diferença é que ela está usando crack e eu não. Muitas dores que ela passou, eu também passei”. Eliana percorreu uma caminhada repleta de desafios, enfrentando adversidades, superando obstáculos e provando que a determinação e a paixão pelo cuidado valem a pena. Sua história é um testemunho inspirador de perseverança e comprometimento.

A supervisora do HUB relata como é recente o fato de uma mulher negra alcançar uma posição de liderança, semelhante à que ela conquistou, e destaca a importância fundamental da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) em sua trajetória.

Eliana, parabéns por seu incrível trabalho e por compartilhar sua história no livro “Retratos do Cuidar”!

Para ler o livro acesse: https://projetos.cecbrasil.com.br/livro-retratos-do-cuidar


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content