27 de setembro de 2020

Fatores protetores e de risco familiar, relacionados ao fenômeno de drogas, entre adolescentes tempranos de Valparaíso, Chile.

1 de outubro de 20112min

MOSQUEDA-DIAZ, Angélica  e  FERRIANI, Maria das Graças Carvalho. Fatores protetores e de risco familiar, relacionados ao fenômeno de drogas, entre adolescentes tempranos de Valparaíso, Chile. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2011, vol.19, n.spe, pp. 789-795. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692011000700017.

O objetivo deste estudo foi identificar e descrever os fatores protetores e de risco familiar frente ao fenômeno das drogas, em famílias de adolescentes tempranos da comunidade de Valparaiso, Chile. Trata-se de pesquisa quantitativa, descritiva transversal e exploratória. A amostra foi composta por 61 estudantes, matriculados em 2008, e selecionados por amostra aleatória simples. O instrumento de coleta de dados foi um questionário elaborado e validado por experts de 5 países das regiões das Américas. Dos adolescentes, 86,9% perceberam as relações familiares. em geral, como fator protetor, com destaque à alta comunicação com os pais. O acúmulo de tensões, problemas de saúde e comportamentais foram encontrados como fatores protetores entre número pequeno de estudantes que atuam como atores neutros, em ambos os casos associados ao consumo de álcool e drogas, por parte de algum membro da família, e, como fatores de risco se destacam a educação e o tipo de trabalho dos pais.

Palavras-chave : Fatores de Risco; Família; Adolescentes.

acesse o artigo


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter