Itinerários terapêuticos de sujeitos com problemáticas decorrentes do uso prejudicial de álcool

7 de julho de 20132min

Interface – Comunicação, Saúde, Educação

On-line version ISSN 1807-5762

Itinerários terapêuticos de sujeitos com problemáticas decorrentes do uso prejudicial de álcool

Ana Lucia Marinho Marques; Elisabete Ferreira Mângia

Este estudo visou conhecer itinerários terapêuticos de sujeitos com problemáticas decorrentes do uso prejudicial de álcool em um Centro de Atenção Psicossocial para usuários de álcool e outras drogas – CAPSad. A pesquisa, de caráter qualitativo, adotou a perspectiva etnometodológica e empregou os seguintes procedimentos metodológicos: revisão bibliográfica, pesquisa documental, entrevistas semiestruturadas, grupo focal, observação participante e diário de campo. Os itinerários terapêuticos se configuram a partir da experiência construída, que dota de significados as vivências relacionadas ao uso de álcool e a necessidade de ajuda. Destaca-se a importância das redes sociorrelacionais, no contexto das quais são compartilhados sentidos, significados e suporte. O percurso da pesquisa mostrou a importância de se conhecerem os saberes e práticas dos sujeitos na proposição de práticas de cuidado comprometidas com produção de saúde e de vida.

 

acesse: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-32832013000200015&script=sci_arttext&tlng=pt

 


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter