Consumo de bebidas alcoólicas e prática do binge drinking entre acadêmicos da área da saúde

17 de agosto de 20122min

Revista de Psiquiatria Clínica
Print version ISSN 0101-6083
Rev. psiquiatr. clín. vol.39 no.3 São Paulo  2012

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832012000300005

Consumo de bebidas alcoólicas e prática do binge drinking entre acadêmicos da área da saúde

 Alcohol consumption and binge drinking among health college students

 Jaceilde Mendes Nunes I; Ludmilla Rodrigues Campolina II; Maria Aparecida Vieira I; Antônio Prates Caldeira III

I Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, MG, Brasil
II Hospital Universitário Clemente de Faria da Unimontes, Montes Claros, MG, Brasil
III Departamento de Saúde da Mulher e da Criança da Unimontes, Montes Claros, MG, Brasil

O abuso do álcool, tanto em países desenvolvidos como nos países em desenvolvimento, tem alcançado grandes proporções e está associado a uma série de consequências adversas1. Os desfechos negativos do uso abusivo de bebidas alcoólicas incluem desde alterações do humor até doenças cardiovasculares, doenças neurodegenerativas, gastrointestinais, hepáticas e mentais2,3.

É certo também que o consumo de bebidas alcoólicas em grandes quantidades contribui de forma signicativa na etiologia e manutenção de vários problemas sociais, econômicos e de saúde registrados no país, e alguns estudos mostram que o seu uso tem início cada vez mais cedo4. pdf a05v39n3.pdf


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter