24 de novembro de 2020

Consumo de álcool por adultos brasileiros: uma revisão da literatura

8 de novembro de 20142min

Jussara de Castro Almeida; Juliana Alvares Duarte Bonini Campos

Resumo:

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas é considerado um grave problema de saúde pública. No Brasil, quase um quarto da população brasileira consome bebidas alcoólicas em elevadas quantidades em uma única ocasião (“binge drinking”). Este padrão de consumo leva à intoxicação, aumenta o risco de consequências prejudiciais ao indivíduo ou a outrem e é considerado um comportamento de risco. Dentre as situações que favorecem o consumo de bebidas alcoólicas, destacam-se, as expectativas positivas frente aos seus efeitos, a forte propaganda e a facilidade de aquisição. Com a preocupação de apontar à magnitude, os fatores de risco, as situações protetoras e as consequências associadas ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas entre a população adulta brasileira, realizou-se este trabalho de revisão de literatura.

Palavras-chave: Epidemiologia; Padrão de Consumo de Álcool; População Adulta

acesse: 32-356-1-PB.pdf


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter