Aumentam as ações de combate à cracolândia para revitalizar o Centro de São Paulo

23 de maio de 20233min5
site23052023
Uma das promessas de Tarcísio de Freitas (Republicanos) quando era candidato a governador do Estado de São Paulo foi acabar com a maior cracolândia do país. A região que concentra venda e consumo de drogas no centro do município de São Paulo já passou pelas mais diferentes gestões tanto na prefeitura quando no governo do Estado, mas todas foram insuficientes para acabar com o problema crônico de saúde e segurança pública que prejudica a utilização do espaço público, bem como a oferta de bens e serviços nas regiões onde o tráfico de drogas se instala. Tarcísio vem adotando uma postura mais discreta para combater o tráfico de drogas na região, nos cinco meses de gestão tem feito um trabalho silencioso que envolve principalmente investigações da Polícia Civil para identificar os traficantes que atuam na região.
“A grande mudança é diferenciar o criminoso do usuário. O criminoso precisa ser investigado e o vulnerável precisa ser de fato cuidado. Além do combate ao tráfico de drogas em si, o governo do Estado e a prefeitura estão adotando medidas paralelas. O governo Tarcísio, por exemplo, quer transferir sedes administrativas do estado que estão espalhadas pela cidade para o Centro, como parte de um programa de reurbanização da região. Além disso, lançou um hub de cuidados de crack e outras drogas e ampliou a rede de atendimento aos usuários. A prefeitura, por sua vez, está ampliando o número de abrigos para pessoas em situação de rua que se concentram principalmente no Centro da cidade e intensificando as ações de zeladoria na região, como por exemplo colocação de cercas nos gramados e praças para impedir a permanência de pessoas em situação de rua e usuários de drogas.

Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content