O canabidiol mostrou ação inédita de tratar o vício da maconha

1 de dezembro de 20201min136
GettyImages-1174218555.jpg

Pesquisadores testam o primeiro remédio capaz de agir na dependência: um composto da própria planta

Com 198 milhões de consumidores no mundo, e uma estimativa de 1,5 milhão no Brasil, a maconha é a mais popular de todas as drogas. Restrita ou ilícita na maioria dos países, ela é também a mais estudada para uso medicinal. O composto de maior interesse dos cientistas chama-se canabidiol, encontrado em pequeno volume no caule e na folha da erva Cannabis. Ele não é psicoativo nem tóxico.

Não causa dependência, não altera o raciocínio nem provoca a perda cognitiva, como faz o tetraidrocanabinol (THC), substância psicotrópica da planta. Na verdade, conforme demonstra recente estudo publicado na revista científica The Lancet, o canabidiol pode ser capaz de combater o vício da própria droga.

Veja mais em: https://veja.abril.com.br/saude/o-canabidiol-mostrou-acao-inedita-de-tratar-o-vicio-da-maconha/


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter