Seja o que Deus quiser

19 de outubro de 20161min

O Antagonista – O Financista

A Receita Federal vai abrir uma brecha e tanto para a sonegação no setor de bebidas. A partir de 13 de dezembro, as empresas não serão obrigadas a se submeter ao Siscobe, o sistema que controla o volume físico da produção.

Criado em 2008, o objetivo era justamente coibir a sonegação de impostos no setor, já que alguns fabricantes informavam uma produção menor que a efetiva.

O motivo da dispensa é o vencimento do contrato da empresa responsável pelo Siscobe. A Receita não vai renová-lo, por considerar o custo elevado. A decisão foi criticada pelas grandes fabricantes, que a consideram uma porta aberta para a sonegação das menores.

No lugar, a Receita espera a Casa da Moeda finalizar um sistema de controle alternativo. Não há prazo para que ele entre em operação. Seja o que Deus quiser.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter