24 de novembro de 2022

Setembro amarelo – Prevenção ao suicídio

1 de setembro de 20223min10
Setembro (2048 × 1374 px)

Setembro Amarelo é o mês dedicado a prevenção ao suicídio. Deixar de viver é uma saída considerada por muitos em momentos de desespero. O comportamento suicida pode ser prevenido, falar abertamente sobre o suicídio é o primeiro passo dentro da estratégia de prevenção.

O suicídio ainda figura como um enigma sem resposta, sobre o qual nos debruçamos, pesquisamos, estudamos, na tentativa de compreendê-lo.

Falar sobre suicídio é trazer para a discussão um tema sobre o qual a maioria das pessoas não quer falar, não quer pensar ou lembrar que existe, é revelar que há muitas pessoas que infelizmente escolhem a morte.

Suicídio é um ato que causa repercussões relevantes em todos os assuntos, desde o familiar até o extenso contexto social, até mesmo entre alguns profissionais de saúde. O suicídio retrata uma condição na qual a pessoa resolve dar fim a própria vida, tentando deste modo, livrar-se de um estado de dor psíquica intolerável.

Ninguém se suicida sem que haja, em sua mente, grandes doses de desespero, desesperança e sentimentos de incapacidade e nulidade. Quantos ‘acidentes emocionais’ deixariam de ser fatais se as pessoas próximas do suicida soubessem o que fazer para lidar com um problema aparentemente insolúvel?

Em termos de prevenção do suicídio, destacam-se algumas possibilidades como o tratamento de pessoas com transtornos mentais, a apresentação apropriada de notícias e informações sobre depressão e suicídio na mídia e uma necessária articulação de fatores clínicos e educacionais para populações de risco e em geral.

A pessoa que encontra espaço para falar sobre a vontade de morrer, muitas vezes, consegue ter suas angústias, tristezas e frustrações abrandadas o que se torna uma via de proteção.

Locais de ajuda:

CAPS – (Centro de Atenção Psicossocial)
SAMU – (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), através do número 192
CVV – (Centro de Valorização da Vida) através do número 188
www.conversasdevida.com – email: contato@conversasdevida.com


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Chegou o aplicativo da UNIAD. Tenha tudo na palma de sua mão.    
    +
    Skip to content