Professores da Unifesp divulgam carta em repúdio a médico negacionista

20 de janeiro de 20221min786
Roberto Zeballos: declarações negacionistas contra a imunização Divulgação/Divulgaçã

Segundo o documento, Roberto Zeballos espalha desinformação para “reunir seguidores em seus púlpitos digitais e sucesso pessoal que alimenta o caos”

Nesta terça-feira, 18, os professores da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) divulgaram uma carta aberta contra as declarações feitas pelo médico Roberto Zeballos contra as vacinas da Covid-19. Segundo o documento, não é de hoje que Zeballos critica a vacinação e espalha desinformação sem qualquer base científica em entrevistas e audiências da Câmara Federal ou do Ministério da Saúde. “Notoriamente, tem utilizado a sua graduação em Medicina e se autodeclarando especialista para fazer campanha contra as vacinas, prestando um desserviço à saúde”, escreveram os médicos da Unifesp.

Para ler a matéria completa acesse: https://veja.abril.com.br/saude/unifesp-divulga-carta-em-repudio-a-medico-negacionista/


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter