RAFAEL BERNARDON é o novo Coordenador-Geral de Saúde Mental,Álcool e outras Drogas,do Ministério da Saúde

19 de fevereiro de 20214min661
Destaques Site

RAFAEL BERNARDON RIBEIRO é o novo Coordenador-Geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas, da Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Está publicado hoje no Diário Oficial da União.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-271-de-17-de-fevereiro-de-2021-303937344

RAFAEL BERNARDON foi em 2017 Coordenador-Adjunto da Saúde Mental no Ministério da Saúde, quando o Coordenador era o psiquiatra Quirino Cordeiro Júnior. Eles são os responsáveis pela NOVA POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE MENTAL, criada para garantir aos pacientes, dos casos menos complexos aos mais graves, tratamento efetivo no SUS. Nova Política aprovada em 2017 por 70 entidades da sociedade civil, representando pacientes , familiares, gestores, profissionais de saúde, entidades acadêmicas e instituições científicas.

EM ENTREVISTA AO OBID -OBSERVATÓRIO BRASILEIRO DE INFORMAÇÕES SOBRE DROGAS, DO MINISTÉRIO DA CIDADANIA, RAFAEL BERNARDON EXPLICOU A IMPORTÂNCIA DOS HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS:

“O hospital psiquiátrico é fundamental para o atendimento de casos mais complexos. Quando falo de hospital psiquiátrico, há que se frisar, estamos falando de unidades modernas, como o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP e o CAISM Vila Mariana UNIFESP/SPDM. Não se pode nivelar por baixo ou confundir hospital moderno com antigos asilos e manicômios. Nossa luta tem sido em defesa da modernização do parque hospitalar. Por anos, asfixia financeira precarizou as unidades: estrutura física não foi renovada e equipes ficaram desfalcadas. Não chegaremos a uma rede com hospitais modernos sem investimento em infraestrutura e melhora do custeio.”

Rafael Bernardon é formado em medicina pela Universidade de São Paulo (2002) e residência médica em Psiquiatria no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP. Mestre em psiquiatria clínica forense pelo Institute of Psychiatry do King’s College (London – UK). Possui especialização em Gestão de Atenção à Saúde pelo IEP – Hospital Sírio Libanês e Fundação Dom Cabral. Professor Instrutor e doutorando na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Coordenou o Serviço de Forense do Centro de Atenção Integrada em Saúde Mental da Santa Casa de São Paulo (PJUR). Atuou como assessor técnico de Gabinete na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo de 2011 a 2017. Foi coordenador adjunto na Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, do Ministério da Saúde. ATÉ SUA NOMEAÇÃO AO MINISTÉRIO, ERA diretor técnico do CAISM UNIFESP SPDM.

Fonte: http://diarioantidrogas.com.br/


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter