HUB recebe a visita da Comissão de Políticas sobre Drogas da Assembleia Legislativa do Amazonas

21 de agosto de 20235min6
visitahub

O presidente da Comissão de Políticas Sobre Drogas da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Daniel Almeida (Avante), comprometido com a causa dos dependentes químicos, realizou visita ao serviço de acolhimento HUB de Cuidados em Crack e outras Drogas, que é um órgão do Governo do Estado de São Paulo.

Durante a visita, o deputado conheceu de perto o trabalho realizado pelos 200 profissionais que atuam no serviço de acolhimento, identificando boas práticas e soluções aplicáveis ao contexto do Amazonas.

Almeida destacou a importância de investimentos e parcerias para oferecer suporte aos dependentes químicos, garantindo o acesso à saúde, ao tratamento e à reintegração dessa população à sociedade.

Para o parlamentar, é fundamental que o Estado do Amazonas invista em serviços de acolhimento similares, a fim de combater o problema crescente do vício em drogas na região.

“Precisamos fortalecer parcerias entre governos, organizações da sociedade civil e iniciativas privadas, a fim de garantir a efetividade das políticas públicas voltadas ao tratamento e reinserção dos dependentes químicos na sociedade”, disse Almeida.

Acolhimento de excelência

O serviço de acolhimento visitado pelo deputado é reconhecido pela eficiência no atendimento aos dependentes químicos, proporcionando um ambiente seguro e acolhedor para a recuperação dessas pessoas.

No HUB, os adictos passam por uma triagem e são encaminhados para uma Casa de Passagem, onde eles tiram documentos, são atendidos, recebem laudo médico, e os profissionais identificam a necessidade de cada pessoa acolhida.

Além disso, o projeto tem capacidade de fazer 700 atendimentos clínicos por mês e 6 mil sociais. E conta, ainda, com uma equipe multidisciplinar composta por médicos, psicólogos, assistentes sociais, infectologistas e especialistas que desempenham um papel fundamental no processo de reabilitação.

O Dr. Quirino Cordeiro, médico psiquiatra e diretor do local, ressalta a importância do serviço desenvolvido na vida dos dependentes.

“Nós ajudamos essas pessoas a encontrar o caminho da recuperação, que se dá, na maioria das vezes, em regime de internação, seguindo etapas, até a chegada no HUB e no Centro de atenção psicossocial, sempre com a ideia de ajudar o paciente no processo de recuperação, para que ele possa voltar para sociedade e também para a sua família”.

Shadad Alexandre, que está na fase final do tratamento, fala sobre o processo de acolhimento e recuperação que passou, por meio do projeto.

“Eu cheguei no projeto só com umas roupas, aqui passei pelo processo de documentação, hoje tenho todos os meus documentos, fiz tratamento de saúde e estou com a saúde em dia. Estou estudando, fazendo um curso de cuidador de idosos. Hoje eu consigo vislumbrar um norte”, afirmou.

Fomento ao debate

Almeida enfatizou a importância de fomentar o debate e compartilhar sua experiência e as boas práticas identificadas durante as visitas feitas em São Paulo com seus colegas parlamentares e autoridades do Estado do Amazonas.

“O objetivo é fomentar o debate e a implementação de políticas públicas que atendam as necessidades dos dependentes químicos e contribuam para a transformação e recuperação dessa parcela da população”.

Com a atuação do parlamentar, a expectativa é de que o Estado do Amazonas possa avançar no tratamento e acolhimento dos dependentes químicos.

“O intuito é proporcionar a eles uma nova chance de vida e auxiliar no combate às drogas e na redução dos danos causados por esse problema social”, conclui.

Responsável: Ketleuen Assan – (92) 999530-0122
Texto: Sharleny Mota

Link: https://www.aleam.gov.br/daniel-almeida-visita-servico-de-acolhimento-aos-dependentes-quimicos-em-sao-paulo/


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content