27 de setembro de 2020

Conselho inclui na política sobre drogas que a população é ‘majoritariamente contrária’ a legalizações

1 de março de 20182min

Resolução que atualiza a política nacional sobre drogas foi aprovada nesta quinta-feira (1º). De acordo com ministro, ações do governo vão levar em conta posição contra liberação de susbstâncias ilícitas. 

O Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad), aprovou nesta quinta-feira (1º) uma resolução que inclui na Política Nacional Sobre Drogas a diretriz de que ações governamentais na área devem levar em conta a “posição majoritariamente contrária da população brasileira quanto a iniciativas de legalização de drogas”.

De acordo com o Ministério da Justiça, a quem o Conad está ligado, a resolução não tem força de lei, mas serve para atualizar a Política Nacional Sobre Drogas, instituída por decreto em 2002. Assim, a nova diretriz vai orientar os órgãos do governo federal quanto à elaboração e execução de ações na área.

Veja mais em: https://g1.globo.com/politica/noticia/conselho-inclui-na-politica-sobre-drogas-que-a-populacao-e-majoritariamente-contraria-a-legalizacoes.ghtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter