24 de novembro de 2022

Brasil é eleito para a vice-presidência de grupo sobre redução da demanda de drogas da OEA

11 de novembro de 20223min16
oea

Evento da Comissão Interamericana contra o Abuso de Drogas (CICAD) é realizado em Washington (EUA) até a próxima sexta-feira (11.11).

O Brasil foi eleito para assumir a vice-presidência do Grupo de Peritos sobre Redução da Demanda de Drogas junto à Organização dos Estados Americanos (OEA) nos anos 2022-2023. A decisão ocorreu na última terça-feira (08.11), durante o 72º período ordinário de sessões da entidade, em Washington D.C. (Estados Unidos). O evento segue até esta sexta (11).

“O Ministério da Cidadania vem trabalhando com organismos internacionais visando a cooperação e a assistência técnica entre os países para o aperfeiçoamento das políticas públicas de redução da demanda de drogas”, destacou Alexandre Reis, secretário especial do Desenvolvimento Social.

Para o secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, a escolha pelo Brasil fortalece a parceria com outros países. “Assumir a vice-presidência do Grupo de Peritos confirma o protagonismo do Brasil nas políticas sobre drogas e fortalece o intercâmbio internacional para a execução de ações, projetos e programas visando a construção de uma sociedade protegida do uso de drogas lícitas e ilícitas”, afirmou.

O secretário também foi um dos palestrantes do painel que tratou sobre o uso de drogas entre jovens e adolescentes.

Parcerias

Desde 2020, o Brasil tem um Acordo de Cooperação Internacional com a Comissão Interamericana para o Controle do Abuso de Drogas (CICAD), órgão consultivo e assessor da OEA. O objetivo é estabelecer uma assistência técnica entre as partes para fortalecer as políticas de prevenção ao uso de álcool e outras drogas, tratamento e reinserção social ao dependente químico e seus familiares.

A parceria também tem como foco o desenvolvimento de projetos e programas voltados para a prevenção e o tratamento de pessoas com dependência química no Brasil. O plano de trabalho é atualizado anualmente. A CICAD trata a problemática das drogas no Hemisfério Ocidental e foi criada em 1986 para promover a cooperação e a coordenação regional com os estados membros para reduzir a produção, o tráfico e o uso de drogas ilegais.

O Brasil também tem parceria com outros organismos internacionais que tratam da mesma temática, como o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Sociedade Internacional de Profissionais de Uso de Substâncias (ISSUP Brasil).

Assessoria de Comunicação – Ministério da Cidadania


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content