6 de junho de 20192min

Coordenadores: Daniel Cerqueira, Renato Sergio de Lima, Samira Bueno, Cristina Neme, Helder Ferreira, Paloma Palmieri Alves, David Marques, Milena Reis, Otavio Cypriano, Isabela Sobral, Dennis Pacheco e Gabriel Lins. Estagiária: Karolina Armstrong

Acesse aqui o Atlas da Violência 2019

SUMÁRIO

1. CONJUNTURA DA VIOLÊNCIA LETAL NO BRASIL
1.1. Custos econômicos da violência

2. HOMICÍDIOS NAS UNIDADES FEDERATIVAS
2.1. Comparação dos dados da saúde e dos registros policiais

3. JUVENTUDE PERDIDA

4. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER 
4.1. Evolução dos homicídios contra as mulheres nas Unidades Federativas
4.2. Há um aumento de violência letal contra a mulher ou feminicídio?

5. VIOLÊNCIA CONTRA NEGROS

6. VIOLÊNCIA CONTRA A POPULAÇÃO LGBTI+
6.1 Disque 100
6.2 Sinan

7. O PERFIL DOS HOMICÍDIOS NO BRASIL

8. ARMAS DE FOGO
8.1. Um quadro geral da literatura científica sobre armas e crimes
8.2. Alguns achados específicos dos estudos
8.3. Por que a difusão de arma faz aumentar a insegurança pública? Canais causais
8.4. A escalada da violência armada no Brasil desde 1980 e o freio ao aumento das mortes imposto pelo estatuto do desarmamento
8.5. Evolução da violência armada nas Unidades Federativas na última década

9. MORTES VIOLENTAS COM CAUSA INDETERMINADA E QUALIDADE DOS DADOS

10. POR POLÍTICAS DE SEGURANÇA PÚBLICA BASEADAS EM EVIDÊNCIAS E EM UMA GESTÃO FEDERATIVA

REFERÊNCIAS

APÊNDICES


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com