Arrecadação do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) aumenta 80% com venda de ativos

6 de junho de 20192min

Entraram no caixa do fundo R$ 31,2 milhões este ano com venda de carros, fazendas, apartamentos e outros bens apreendidos

Brasília, 05/06/2019 – A arrecadação do Fundo Nacional Antidrogas (Funad), de janeiro a maio deste ano, aumentou quase 80% comparado com anos anteriores. Entraram no caixa do fundo R$ 31,2 milhões este ano com venda de carros, fazendas, apartamentos e outros itens, contra R$ 17,4 milhões no mesmo período de 2018 e R$ 15 milhões no mesmo período de 2017.

Os recursos são advindos da venda, realizada pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), de bens apreendidos em processos judiciais envolvendo tráfico de drogas. Vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a Senad avalia que o resultado positivo é fruto da sensibilização política e convencimento técnico, com conversas presenciais, que a nova gestão da pasta tem feito junto ao Poder Judiciário em Brasília e nos Estados.

A meta, hoje, é limpar um estoque de 80 mil bens confiscados, além de criar, em breve, um site para alienar de imediato, a partir de decisões judiciais, os ativos confiscados de criminosos. O dinheiro do Funad financia políticas de prevenção e tratamento antidrogas e repassa verbas para os governos estaduais aplicarem em Segurança.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com