Unidade Recomeço Helvétia alcança certificação da ONA Nível Pleno

2 de novembro de 20234min27
unnamed

 *Por Adriana Moraes

“O processo de obtenção da ONA Nível Pleno não é uma tarefa fácil. Requer uma dedicação incansável de toda a equipe, um compromisso inabalável com a segurança do paciente e a busca contínua pela melhoria dos serviços prestados”

É com grande satisfação que gostaria de parabenizar a Unidade Recomeço Helvétia (URH), localizada nas proximidades da cracolândia, por sua notável conquista ao receber a certificação Organização Nacional de Acreditação (ONA) Nível Pleno. Destaco que a URH é a primeira unidade no tratamento de dependência química que recebe essa certificação.

A ONA é uma entidade que avalia e certifica instituições de saúde com base em critérios rigorosos de qualidade e segurança no atendimento ao paciente. A certificação da ONA é um reconhecimento da excelência dos serviços oferecidos pela unidade e do compromisso com a melhoria contínua dos cuidados de saúde, é uma conquista que merece reconhecimento e celebração.

A unidade divide-se em três áreas de atendimento: o Centro de Convivência, destinado àqueles que estão na fase inicial do processo de tratamento; a Enfermaria de Desintoxicação, para pacientes em uma fase intermediária do tratamento; e a Moradia Monitorada, que acolhe aqueles que se encontram na fase final do processo de recuperação.

Ao alcançar o Nível Pleno de certificação da ONA, a URH demonstra seu compromisso em proporcionar um atendimento de alta qualidade, seguindo as melhores práticas e padrões de segurança.

Unidade Recomeço Helvétia e SPDM
Prestes há completar 10 anos, sob a gestão competente do psiquiatra Dr. Cláudio Jerônimo, a Unidade Recomeço Helvétia se tornou um importante centro de saúde, gerenciada pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), uma instituição de renome na área da saúde que há 90 anos oferece serviços de qualidade à população.

O processo de obtenção da ONA Nível Pleno não é uma tarefa fácil. Requer uma dedicação incansável de toda a equipe, um compromisso inabalável com a segurança do paciente e a busca contínua pela melhoria dos serviços prestados.

Esta conquista não é apenas um ponto de referência importante para a unidade, mas também um exemplo a ser seguido por outros centros de tratamento de dependência química. 

*Adriana Moraes – Psicóloga da SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) – Especialista em Dependência Química – Colaboradora do site da UNIAD (Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas).


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content