21 de setembro de 2020

EUA cercam farmacêuticas em tribunais após milhares de mortes por opiáceos

20 de março de 20182min

Mais de 400 ações acusam fabricantes e distribuidores de mentir sobre o poder de adicção dos analgésicos

Os Estados Unidos declararam guerra às empresas que estão por trás da série de mortes pelo consumo de opiáceos. Mais de 400 cidades, condados e organizações interpuseram uma ação conjunta contra os fabricantes e distribuidores dos potentes analgésicos. Quase todos os Estados lançaram pesquisas contra a indústria farmacêutica e vários deles cogitam unir-se ao litígio coletivo. O Governo federal apoia esse caminho e não descarta apresentar sua própria denúncia. Empresas gigantescas são acusadas de publicidade enganosa e de esconder dos consumidores o potencial de vício dos comprimidos de opiáceos. De serem cúmplices de uma feroz epidemia que assola os EUA: todo dia morrem de overdose mais de 150 pessoas. O processo evoca a ofensiva judicial dos anos noventa contra os gigantes da indústria de tabaco.

Veja mais em: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/17/internacional/1521271244_079176.html


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter