O site GAÚCHAZH Saúde trás a opinião de especialistas em saúde sobre alguns pontos polêmicos da nova política nacional de drogas

22 de maio de 20192min

Flavio Pechansky este tipo de internação precisa ser colocado em prática quando o indivíduo está pondo em risco a própria vida ou a de alguém. Esta decisão precisa ser muito criteriosa e avaliada medicamente.

Antonio Nery Filho focar na abstinência como solução é desconsiderar os problemas que levam a pessoa a tornar-se um usuário (de droga).

Ronaldo Laranjeira defende o uso da internação involuntária no caso de pessoas que se mostrem agressivas.  Mas ela não pode ser feita em massa, porque nem temos estrutura para isso. A internação involuntária é para situações extremas e leva em consideração um dos princípios do SUS que afirma que cada pessoa deve receber serviço de acordo com sua necessidade.

Os especialistas também falaram sobre Comunidades Terapêuticas, acompanhe a matéria: https://gauchazh.clicrbs.com.br/saude/noticia/2019/05/especialistas-em-saude-avaliam-pontos-polemicos-da-nova-politica-nacional-de-drogas-cjvxv0kce06dw01peo8vks3kd.html


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com