20 de outubro de 2020

Em Portugal, quase 600 usuários de maconha são internados por ano em surto psicótico

16 de janeiro de 20202min

Hospitalizações de consumidores de canabis aumentaram quase 30 vezes em 15 anos

Quase 600 consumidores de maconha são hospitalizadas por ano, em Portugal, com graves surtos psicóticos ou esquizofrenia. No ano 2000, foram 20 casos e 588 em 2015, em um aumento de quase 30 vezes em 15 anos. Com o tamanho de Pernambuco, Portugal tem cerca de 11 milhões de habitantes.

Os números constam de estudo da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e do Cintesis – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, publicado no “International Journal of Methods in Psychiatric Research”, uma das revistas científicas mais conceituadas da área.

Os usuários de maconha internados em surto psicótico ou esquizofrênico têm em média 30 anos e, pelo menos, duas dezenas são menores de idade, segundo informou o Jornal de Notícias, do Porto, um dos mais influentes jornais portugueses.

Já estava provado que o risco de surtos psicóticos aumenta com o consumo de cigarros de maconha, mas é a primeira vez que se conhece a dimensão do problema. Os resultados são considerados “assustadores”.

Os pesquisadores analisaram as bases de dados de todos os hospitais públicos entre 2000 e 2015, e detectaram um total de 3233 internamentos com diagnóstico principal de surto psicótico e esquizofrenia associado ao consumo de maconha.

Fonte: https://diariodopoder.com.br/


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter