Cracolândia terá mais câmeras no centro; núcleos judiciais vão facilitar internação compulsória

3 de fevereiro de 20231min29
1494452944847

A internação de dependentes químicos, voluntária, involuntária ou compulsoriamente e a instalação de câmeras com reconhecimento facial na fachada de prédios e residências na região central são algumas medidas que o governo estadual e o poder municipal devem apresentar nesta terça-feira, 24, para o tratamento e monitoramento dos usuários de drogas da Cracolândia.

Um dos principais interlocutores do governo de São Paulo no planejamento das novas ações na Cracolândia é o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), defende o cumprimento da lei nº 10.216, de 2001, que prevê que as prerrogativas do médico e do juiz para a determinação da internação.

Leia mais: https://www.estadao.com.br/sao-paulo/cracolandia-tera-mais-cameras-no-centro-nucleos-judiciais-vao-facilitar-internacao-compulsoria/


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content