Brasileiros que estudam medicina no Paraguai e Bolívia são presos acusados de serem ‘mulas’ de traficantes

16 de maio de 20221min91
drogas-sp-

Polícia Civil prendeu estudante de 24 anos, em fevereiro, e aluna de 29, na quarta (11), no Terminal Rodoviário da Barra Funda, Zona Oeste da capital. Eles receberiam até R$ 5 mil para transportar entorpecentes, como cocaína, skank e ‘maconha gourmet sabor limão’ em malas até o Brasil.

Após um ano de investigações, a Polícia Civil prendeu dois brasileiros, estudantes de medicina no Paraguai e na Bolívia, acusados de terem sido contratados como ‘mulas’ por traficantes para levarem drogas desses países a São Paulo.

As prisões de um estudante de 24 anos, em fevereiro, e de uma aluna de 29, na última quarta-feira (11), no Terminal Rodoviário da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista, confirmaram a existência de um esquema de tráfico internacional de drogas que oferece dinheiro a brasileiros que cursam medicina no exterior.

Leia mais em: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2022/05/14/brasileiros-que-estudam-medicina-no-paraguai-e-bolivia-sao-presos-acusados-de-serem-mulas-de-traficantes.ghtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter