REALIZAÇÃO PRÁTICA

6 de julho de 20174min

Pe. Haroldo Rahm

Dentre os elementos tomados em conjunto, somos edificados e vivificados pelo amor mútuo. Alguns fiéis podem existir fora do âmbito da Comunidade. A palavra de Deus escrita, a vida da graça, a fé, a esperança e a caridade e outros dons interiores do Espírito Santo e elementos visíveis, são coisas espirituais que unem todos.
Também não poucas ações sagradas da religião cristã são celebradas entre todas as Comunidades. Por vários modos, conforme a condição de cada Comunidade, estas ações podem realmente produzir a vida da graça. Devem mesmo ser tidas como aptas para abrir o acesso à comunhão da salvação.
Por isso, nenhuma Comunidade está separada e de modo nenhum está despojada de sentir a significação do mistério da salvação. Pois o Espírito de Cristo não recusa servir-se dela como de meios de salvação cuja virtude deriva da própria plenitude de graça de Deus e verdade.
Povo de Deus, durante sua vida terrena cresce incessantemente em Cristo. É conduzido suavemente por Deus, segundo os seus misteriosos desígnios, até que chegue, alegre, à total plenitude da glória eterna na celeste Jerusalém.
A solicitude é de ter a unidade concerne a todas, tanto aos fiéis quanto aos pastores, de acordo com a capacidade de cada um, tanto no que se refere à vida cristã cotidiana, como no que diz respeito às investigações teológicas e históricas. Essa preocupação já manifesta de certo modo os laços fraternos existentes entre todos os cristãos, e conduz à unidade plena e perfeita, segundo a benevolência de Deus.
A fé de cada Comunidade deve ser explicada mais profunda e corretamente, de tal modo e com tais termos que possa ser definitivamente compreendida por todos.
Ademais, no diálogo ecumênico, os fiéis devem proceder com amor pela verdade, com caridade e humildade. Na comparação das doutrinas, lembrem-se que existe uma sabedoria divina em cada Comunidade, porém, o fundamento da fé cristã é diferente. Assim se abre o caminho pelo qual, mediante esta fraterna emulação, todos se sintam incitados a um conhecimento mais profundo e a uma exposição mais clara das insondáveis riquezas de Cristo (Ef 3, 8). Sejamos um em Cristo.

Acesse: www.padreharoldo.org.br

Relacionados

27 de junho de 2018

ERROS

2 de junho de 2018

O PASSARINHAO E O MORCEGO

29 de março de 2018

FÁCIL E DIFÍCIL


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com