Usar maconha só na juventude também pode impactar vida dos filhos

31 de outubro de 20191min

Diversos estudos já mostraram que o uso frequente de substâncias como álcool e maconha pode ter repercussão na saúde física e mental dos filhos de usuários. Mas uma pesquisa que acaba de ser publicada pela Universidade de Washington, nos EUA, sugere que não é só o abuso ao longo da vida que conta – consumir cannabis apenas durante a adolescência também pode ter impacto para os descendentes.

O trabalho, publicado no periódico Psychology of Addictive Behaviors, analisou duas gerações consecutivas. Os pais eram homens e mulheres de 426 famílias norte-americanas que foram entrevistados a partir de 1980. Em 2002, quando os participantes tinham cerca de 27 anos de idade, aqueles que tiveram filhos foram recrutados novamente, e as crianças foram acompanhadas até a adolescência.

Leia aqui o artigo completo.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com