Descriminalização do porte de maconha e a opinião dos médicos

9 de junho de 20232min60
4276

O site O Globo convidou quatro especialistas para opinar sobre a possível descriminalização do porte de maconha, o consumo, o combate às drogas, e seus impactos na saúde. O Supremo Tribunal Federal (STF) colocou na pauta a retomada de um julgamento iniciado ainda em 2015, em que analisa a constitucionalidade do artigo 28 da Lei de Drogas.

Psiquiatra Dr. Ronaldo Laranjeira:
“No meu modo de ver, Estados Unidos e Canadá têm políticas desastrosas de descriminalização que são responsáveis pelo aumento do consumo. Além disso, nunca foi feita uma prevenção efetiva no Brasil, e com uma mudança você impede qualquer ação futura. Porque seria uma sinalização de que se pode usar a droga em qualquer lugar”. Laranjeira explica que: ” mesmo aqui na cidade de São Paulo, há pouco tratamento, temos um novo serviço na Cracolândia que só com um local que oferece o serviço 24 horas já encaminhamos mil pessoas nos últimos 45 dias. E é simplesmente um local mais organizado, então falta essa oferta”.

Leia a matéria completa no link: https://oglobo.globo.com/saude/noticia/2023/05/descriminalizacao-do-porte-de-maconha-o-que-pensam-os-medicos.ghtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content