O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA POLÍTICA DE ATENÇÃO AOS USUÁRIOS DE DROGAS

5 de abril de 20142min

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

GABRIELI DE SOUZA BANDEIRA

Esse estudo versa sobre o trabalho do assistente social na Política de Atenção aos usuários de drogas e objetiva analisar como a categoria profissional dos assistentes sociais vem discutindo a questão do uso de drogas e sua prática profissional nas produções científicas da área, com vistas a elaborar subsídios para aprimoramento dos atendimentos e contribuir para a produção teórica da categoria. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa de cunho bibliográfico na Revista Serviço Social e Sociedade, publicação de referência para a categoria profissional e consultou-se o Banco de Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação brasileiros, avaliados pela área do Serviço Social na CAPES/MEC, a fim de identificar o montante de publicações que discutem a questão do trabalho do assistente social e o uso de drogas.

acesse: http://tardis.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/5695/1/000455736-Texto%2BCompleto-0.pdf


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com