REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE O MANEJO DE ADULTOS USUÁRIOS DE CRACK NO CONTEXTO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

18 de fevereiro de 20142min

LÊDA CHAVES DIAS

Ocorreram mudanças no contexto da saúde pública, nas últimas décadas, no Brasil. Houve uma preocupação com a organização do cuidado de saúde, e muitas políticas e ações voltaram-se para responder a essa necessidade. O Sistema Único de Saúde (SUS), fundamentado em princípios como: universalidade, integralidade e equidade, buscou nortear-se pela Atenção Primária à Saúde(APS), embasando-se na ação de uma equipe de saúde multiprofissional. Essa equipe deve responder às necessidades da população que está sob sua responsabilidade de forma qualificada (Brasil. Ministério da Saúde, 2007). Entretanto, os profissionais de saúde da Atenção Primária, apesar de sua atuação mais humanizada e integral, não possuem, na sua prática, uma atuação sistematizada dentro do enfoque de cuidados em saúde mental, predominando os conceitos e paradigmas construídos durante a graduação, que ainda é voltada para o modelo hospitalar.

acesse: 000910646.pdf

 


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter