Exposição a trauma e transtorno de estresse pós-traumático em usuárias de crack

26 de janeiro de 20132min

Trauma exposure and posttraumatic stress disorder in crack cocaine users
Saulo Gantes Tractenberg1, Thiago Wendt Viola1, Caroline Silva de Oliveira Rosa1, Julia Medeiros Donati1, Ingrid D’Avila Francke2, Julio Carlos Pezzi3, Rodrigo Grassi-Oliveira1,4

A dependência química à cocaína tipo crack tem preocupado diversos setores da saúde pública, mostrando-se como um sério problema na realidade brasileira. Configura-se uma epidemia, se considerarmos que a dependência dessa droga vem crescendo exponencialmente na última década1. Nesse sentido, estudos que visem desenvolver conhecimento sobre a dependência de substâncias psicoativas, principalmente no que diz respeito aos fatores de vulnerabilidade, poderiam contribuir para ações preventivas no que tange aos prejuízos e sintomas associados a esse quadro. Particularmente, o usuário de cocaína tipo crack expõe-se a diversas situações de risco, que são potencialmente estressoras e traumáticas, como condições de violência e acidentes2.

pdf Exposicao_a_trauma_e_transtorno_de_estresse_pos-traumatico_em_usuarias_de_crack.pdf


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com