O uso de drogas como prática cultural dentro de gangues.

1 de outubro de 20112min

GUZMAN-FACUNDO, Francisco Rafael et al. O uso de drogas como prática cultural dentro de gangues. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2011, vol.19, n.spe, pp. 839-847. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692011000700023.

O fenômeno social do narcotráfico e da violência, relacionada às drogas, tende, atualmente, a minimizar os envolvimentos do consumo de drogas em gangues. Esse artigo se baseia em entrevistas, aprofundadas, de estudo realizado com jovens de gangues, na área Metropolitana de Nuevo León, México, com o objetivo de refletir e analisar o consumo de drogas como prática cultural, dentro das gangues. Na busca do significado, a primeira coisa mostrada é o início dos membros de gangues no uso de drogas, e se descreve a forma em que as drogas são apresentadas pela família e pelos amigos, membros das gangues. Em seguida, descreve-se o significado do uso de drogas na vida cotidiana e mostra até que ponto sua utilização é aceitável e normal.

link para o artigo


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com