Terapia Farmacológica para Dependência de Maconha

22 de junho de 20211min120

Os canabinoides são as drogas recreativas ilícitas mais comumente usadas em todo o mundo. Em 2017, quase 3,8% da população adulta global usava cannabis. Embora haja um reconhecimento crescente das consequências adversas do uso de canabinoides de curto e longo prazo, há uma percepção pública decrescente de seus danos, incluindo deficiência cognitiva e motora, risco aumentado de colisões de veículos motorizados, alterado julgamento, distúrbios respiratórios crônicos e psicose. Em reconhecimento a esses riscos, uma síndrome de dependência envolvendo cannabis foi reconhecida nas últimas décadas, incluindo uma síndrome de abstinência definida que afeta aproximadamente metade das pessoas com uso regular ou dependente.

Link do artigo “Pharmacotherapies for cannabis use disorder: A systematic review and network meta-analysis” – https://bit.ly/2RUDZYw

 

Relacionados


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter