29 de setembro de 2020

O eterno conflito entre ciência e religião: um mito?

14 de agosto de 20182min

A História da ciência e da religião é pontuada por relações de aproximação e conflitos. E há mitos ainda ensinados nas escolas.

O pesquisador da Universidade do Wisconsin, EUA, Ronald L. Numbers esteve na UFJF participando do III Ciclo de Conferências Internacionais em Ciência e Espiritualidade. Na oportunidade, discutiu em uma entrevista à revista “A3” – conduzida pela jornalista da Secretaria de Comunicação, Valéria Borges e pelo coordenador de Pós-Graduação, Alexander Moreira, a história dessa relação e mitos sobre ciência e religião. Confira no vídeo a entrevista na íntegra!

The history of the relationship between sciences and religion is punctuated by closeness andconflicts. There are myths which are still taught in schools. The Hildale Professor of the History of Sciences, from the University of Wisconsin- Madison, USA, Ronald L. Numbers ,during his conference at the III International Conference on Science and Spirituality, at Federal University of Juiz de Fora, Brazil, discussed about those themes with the magazine “A3” team – conducted byjournalist Valeria Borges and vice-dean of Graduate Studies, Alexander Moreira. Check out the video interview:

Ronald L. Numbers é historiador, professor de História da Ciência e da Medicina na Universidade de Wisconsin-Madison (EUA). Ele foi premiado com a Medalha George Sarton pela Sociedade de História da Ciência (EUA) em 2008. Autor de mais de 50 de artigos e 20 livros, principalmente sobre História da Ciência, História da Medicina e de suas relações com a religião, sendo um dos mais recentes: Galileu Goes to Jail and other Myths about Science and Religion (Harvard, 2009). Editor geral do Cambridge History of Science (2003-, 8 vol.). Ex-presidente da History of Science Society, da American Society of Church History e da International Union of History and Philosophy of Science.

Relacionados

21 de setembro de 2020

Depressão, ansiedade e álcool

21 de setembro de 2020

Comorbidade em transtornos mentais

21 de setembro de 2020

O Cérebro e a Drogas


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter