23 de fevereiro de 2024

DSM-5 e a Dependência Química

1 de fevereiro de 20231min381

O DSM-5 (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, 5ª edição) é o manual utilizado por profissionais da saúde mental para diagnosticar transtornos mentais. O transtorno de dependência química é incluído no DSM-5 como uma condição que pode ser diagnosticada com base em critérios específicos. Esta condição é caracterizada por um padrão de comportamento compulsivo relacionado ao uso de substâncias psicoativas, mesmo quando isso causa problemas significativos na vida do indivíduo. A dependência química pode incluir o uso excessivo de álcool ou drogas ilegais, ou o uso inadequado de medicamentos prescritos.

Relacionados


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content