Como Registrar a História Cliníca da Dependência Química

27 de junho de 20231min158

Registrar adequadamente a história clínica da dependência química é de extrema importância para fornecer um cuidado eficiente e personalizado aos indivíduos que lutam contra essa condição. Um registro detalhado e preciso não apenas auxilia os profissionais de saúde a compreender a natureza da dependência, mas também permite um monitoramento contínuo do progresso do paciente ao longo do tempo.

Ao registrar a história clínica da dependência química, é essencial coletar informações relevantes sobre o paciente. Isso inclui dados pessoais, como nome, idade e informações de contato, além de informações médicas, como histórico familiar de dependência, histórico de doenças mentais subjacentes, uso de substâncias específicas e padrões de consumo.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content