27 de outubro de 2021

Anabólicos esteroides, crime e violência

13 de setembro de 20212min73

Nas últimas décadas, o uso não médico de esteróides anabólicos androgênicos (AAS) – testosterona e seus derivados sintéticos – surgiu como um problema de saúde pública mundial. Hoje, cerca de três a quatro milhões de indivíduos nos Estados Unidos e dezenas de milhões em todo o mundo usaram essas drogas para fins atléticos ou simplesmente para melhorar a aparência pessoal.

Embora os AAS fossem usados ​​por atletas de elite já na década de 1950, foi somente na década de 1980 nos Estados Unidos e nos anos 1990 em outros lugares que o uso de AAS se espalhou pela população em geral. Assim, nosso conhecimento dos efeitos adversos dos AAS é derivado principalmente de estudos apenas nas últimas três a quatro décadas. Entre esses estudos estão relatos de comportamento violento ou criminoso associado ao uso de AAS. Neste vídeo faço uma breve explanação sobre o artigo “Review Article: Anabolic-Androgenic Steroids, Violence, and Crime: Two Cases and Literature Review” no link: https://bit.ly/3BYyR76.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter