A próxima geração de antidepressivos

12 de maio de 20231min31

No sétimo episódio do SaúdeCast, o Dr. Ronaldo Laranjeira recebe o Dr. Acioly Lacerda, Psiquiatra e Pesquisador, para uma conversa sobre a nova geração de antidepressivos. A depressão é uma doença emocional, que depende de fatores genéticos e ambientais. Os primeiros antidepressivos, lançados na década de 50, alcançaram excelentes resultados, devido à capacidade de atuar em três neurotransmissores – serotonina, noradrenalina e dopamina. Entretanto, cerca de 20 a 30% dos pacientes não se beneficiam dos tratamentos convencionais, são os chamados casos de depressão resistente ou refratária, além dos casos crônicos. Para esses casos, surgiu uma nova geração de antidepressivos, que inaugurou o conceito de agentes rápidos ou ultrarrápidos. Trata-se da cetamina, também chamada de ketamina, que atua diretamente na formação de nova conexões neuronais, aumentando a concentração dos neurotransmissores no cérebro.


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter


    Skip to content