29 de setembro de 2020

Suicídio: precisamos falar sobre isso

25 de maio de 20202min

A morte por suicídio de Flávio Migliaccio, há algumas semanas, mexeu com o imaginário coletivo dos brasileiros. O ator costumava representar pessoas simples em sua longa carreira na televisão e no teatro. Talvez, por isso, nós o percebêssemos como alguém próximo, conhecido. Fomos criando identidade com os personagens, tanto os simpáticos, quanto os ranzinzas. E, de uma hora para outra, ele nos deixa, no meio de uma pandemia que nos trouxe muita insegurança e incerteza.

Deixar de viver é uma saída considerada por muitos em momentos de crise. Embora ainda seja tabu admitir isso, a ideia de abandonar a vida aparece em pessoas de todas as idades. Em estudo com mais de 1.000 adolescentes em Santa Catarina, por exemplo, 14% admitiram já terem pensado seriamente em não mais viver. E esse número preocupante está abaixo do índice mundial, de cerca de 20% da população jovem. É evidente que há uma distância entre “considerar o ato” e tentar efetivamente executá-lo.

Leia o artigo completo em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/opiniao/2020/05/24/internas_opiniao,857777/artigo-suicidio-precisamos-falar-sobre-isso.shtml


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter