Falta de coordenação do governo na pandemia tem impacto na saúde mental do brasileiro

3 de julho de 20202min

O “maior experimento psicológico em nível global” que a humanidade já enfrentou, as restrições de deslocamento impostas pela pandemia do novo coronavírus, vai deixar sequelas profundas na saúde mental da população. No Brasil, há um fator a mais para complicar esse quadro: a falta de coordenação do governo federal na condução da política de combate e prevenção à doença, alerta Jair de Jesus Mari, chefe do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Jair Mari lembrou também do impacto que esse quadro terá na saúde pública, e falou sobre a necessidade de o Sistema Único de Saúde (SUS) se preparar para receber esses pacientes com distúrbios mentais causados pela pandemia.

Veja mais em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/07/falta-de-coordenacao-do-governo-na-pandemia-tem-impacto-na-saude-mental-do-brasileiro.shtml

 


Sobre a UNIAD

A Unidade de Pesquisa em álcool e Drogas (UNIAD) foi fundada em 1994 pelo Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e John Dunn, recém-chegados da Inglaterra. A criação contou, na época, com o apoio do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Inicialmente (1994-1996) funcionou dentro do Complexo Hospital São Paulo, com o objetivo de atender funcionários dependentes.



Newsletter